Complexo de Deus | A psicologia dos vilões

O “eu sou inevitável” nas vozes que ecoam o falso senso de superioridade.

O estalar de dedos apocalíptico de Thanos, a escrita punitiva de Kira, o desejo de conquista de Xerxes, o retorno ao nada de Gendou Ikari ou a repulsa da humanidade do Capitão Pátria são ações extremamente narcisistas oriundas de desejo de nova gênese baseada em suas próprias imagens austeras, talvez assim como Deus fizera outrora.

A vilania intransigente sempre gerou uma infinidade de personagens que se destacam por serem visões deturpadas de seus próprios reflexos. Seus sensos de justiça descolam muito de uma realidade condizente com a percepção coletiva das massas. Esses seres tiranos trazem à tona premissas fantasiosas de um universo paralelo concebido de mentes puramente egocêntricas. Suas motivações são calcadas em extremismos pseudo iluministas e se auto referenciam como sendo a solução definitiva de uma causa em desfavor a humanidade. Nessa gama de indivíduos identificamos um comportamento psicológico que transgride o simples rótulo de vilão, o complexo de Deus.

Segundo Jung, os complexos contêm imagens arquetípicas que ficam latentes no inconsciente até serem estimuladas ou desencadeadas de alguma forma, e a idéia e a imagem de Deus podem ser potencialidades inatas da psique. Alguns indivíduos confusos se identificam completamente com essa imagem arquetípica, resultando em uma forma perigosa de inflação do ego.

Essa introdução serve de base apenas para uma pequena observação. No começo da semana passada em meio ao noticiário cada vez mais distópico que diariamente vai se anexando a nossa já difícil realidade, uma cena me chamou bastante atenção. O simbolismo da imagem valerá mais do que qualquer descrição que eu poderia dar.

” … está morrendo gente? Tá! Lamento? Lamento! Mas vai morrer muito, muito, mas muito mais – é a vida todos irão morrer um dia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.